Quais os pricipais atributos para se julgar um bom treinador de times

Qual é a sua sensação quando você acorda pela manhã? Empolgação… Desânimo… Não sinto nada… Gostaria de propor um desafio: que você preste atenção às suas sensações ao longo de uma semana completa, de segunda a domingo, e anote o que está sentindo e pensando nos primeiros minutos do seu dia.

Quais os pricipais atributos para se julgar um bom treinador de times

Para elaborar um treinamento adequado, com propostas que possam ser aplicadas à rotina dos colaboradores, todo treinador deve ter alguma noção de cultura organizacional.

Esse fit vai garantir uma aproximação com os participantes e um alinhamento genuíno do processo com o ambiente organizacional em questão.

O treinador de um time, seja ele comercial, vendas, marketing ou qualquer outro, é peça
determinante para o sucesso da operação. No entanto, este profissional precisa ter uma
série de características pessoais e profissionais para conseguir executar um bom trabalho.


Hoje vamos falar sobre alguns dos principais atributos que precisamos considerar na hora
de julgar um bom treinador.


Controle dos conteúdos e processos aplicados.
O ponto mais importante na hora de treinar uma equipe é conquistar a confiança e
credibilidade do seu time. Portanto, é fundamental demonstrar controle sobre o assunto
e/ou informações que estão sendo compartilhadas.
Utilizar exemplos reais do dia a dia, ou da sua carreira, além do conteúdo teórico pode te
ajudar neste desafio.
Outra dica é se preparar antes de iniciar qualquer treinamento. Isso é fundamental para se
sentir no controle quando surgirem eventuais dúvidas, além de evitar se perder na hora de
abordar algum determinado tema.
Empatia para entender e sanar dúvidas.
Ministrar um treinamento para diferentes perfis de pessoas e profissionais nem sempre é
uma tarefa fácil. Tornar o conteúdo e as ações práticas aplicadas interessantes e claras
para uma equipe variada entre diferentes modos de aprendizado muitas vezes é um grande
desafio.
Simplificar e ilustrar ao máximo o conteúdo aplicado pode ajudar a aumentar as chances de
retenção da sua equipe, além de reduzir as margens de dúvidas e possíveis erros de
interpretação.
Dúvidas sempre irão surgir, por isso é preciso empatia para entender realmente a
dificuldade apontada e dar uma devolutiva assertiva sobre ela. O bom treinador não é
aquele que tem todas as respostas, mas aquele que se empenha para sanar todas as
dúvidas.
Agilidade e resiliência.
A agilidade para perceber falhas de conhecimento comuns e individuais, além da rapidez
para produzir e encontrar formas mais assertivas de se comunicar com o time é
determinante para um bom treinador.
A resiliência para se adaptar aos diferentes perfis de pessoas e níveis de profissionais, além
de ajustes evolutivos na sua forma de se comunicar com a equipe, é fundamental para
garantir o êxito contínuo do seu treinamento.

Ter uma boa didática e persuasão.
Uma boa didática é importante para auxiliar na compreensão das informações
compartilhadas, assim como maximiza as chances do seu time reter os conteúdos e
processos aplicados. A facilidade de se comunicar de forma clara com a sua equipe
certamente aumentará a eficiência do seu treinamento.
A persuasão para tornar o seu treinamento mais interessante é fundamental para garantir
que as pessoas de fato registrem o que está sendo transmitido. Utilizar técnicas
persuasivas para reter a atenção das pessoas por mais tempo pode garantir um maior
aproveitamento do treinamento aplicado.
Aprimore o seu treinamento! Precisa de ajuda para se preparar? A Escola Catalise oferece diversos treinamentos para potencializar essas e outras características essenciais para o desenvolvimento do seu time profissional e liderança. Entre em contato.

Compartilhe:
//

Feito com WP360 by StrazzaPROJECT