Dicas sobre como dar e receber Feedbacks

Dicas sobre como dar e receber Feedbacks

Está na hora de entender que o feedback é um instrumento muito valioso para qualquer tipo de relacionamento. Feedback é um presente. Ousaria dizer que é um dos recursos mais importantes para engajar e inspirar os membros de uma equipe. Trata-se inclusive de uma forma de reconhecimento, tão solicitado hoje em dia, além de ser muito útil para correção de rota.

Neste artigo iremos traremos quais são os tipos/ situações em que um feedback cai bem. A exemplo disso:

Fizemos uma enquete no nosso Instagram, aliás, se você ainda não nos segue vai lá @escolacataliseoficial e nos acompanhe por lá também, com a seguinte pergunta:

Qual a sua sensação quando alguém te fala: Preciso te dar um feedback:

Resultado: 54% das pessoas responderam que ainda possuem muito medo de receber feedbacks!

Porem se, tanto se fala de cultura de fornecer e receber feedbacks ultimamente, porque isso é ainda um medo? Simplesmente porque a gente aprendeu a ser assim.

Nós tomamos cerca de 70 mil decisões por dia. E mais de 90% delas são do nosso acervo de respostas prontas.

Mas você deve estar se perguntando, como assim? Diariamente somos expostos a milhares de estímulos e nosso cérebro, visando ser mais eficiente, filtra e cria padrões de resposta a estes estímulos para que não tenhamos que pensar o que fazer toda vez que nos deparamos com uma situação. É uma reação automática.

E que tal uma boa notícia? Podemos aprender a ser diferentes. É tudo uma questão de treino. Por isso, falar de feedback jamais será assunto repetitivo.

Está na hora de entender que o feedback é um instrumento muito valioso para qualquer tipo de relacionamento. Feedback é um presente. Ousaria dizer que é um dos recursos mais importantes para engajar e inspirar os membros de uma equipe. Trata-se inclusive de uma forma de reconhecimento, tão solicitado hoje em dia, além de ser muito útil para correção de rota.

E quais tipos de feedback existem?:

Repetição do comportamento: Alguém do seu time, um colega teve uma ação positiva? Reforce isso. Mas não dê somente Parabéns, pois isso pode virar um feedback insignificante. Explique por exemplo em qual ponto da apresentação ele arrasou, onde fez a diferença.


Insignificante: Alguma vez você já recebeu parabéns pela negociação e não soube exatamente onde você mandou bem? Pois é. Não vale de nada. Ao elogiar alguma ação, reforce partes dela que foram destaque.


Carreira: Imagine que nas suas férias alguém da equipe ficou como responsável, e mostrou potencial de liderança. Que tal reforçar este ponto e ter uma conversa sobre carreira e próximos passos?


Comportamento corretivo: Aqui entra o famoso e mal interpretado “Feedback negativo”. Tão importante quanto os outros, mas deve ser bem feito – trazendo fatos, evidências, e deixando claro que pode ser somente uma interpretação sua. Além disso, há sempre a chance de escutar o outro lado para validar as impressões e corrigir a rota. Entenderam porque falei neste artigo que feedback é um presente?

E se engana quem acha que difícil é só receber o feedback. Fornecer também é, afinal nós, seres humanos, buscamos sempre evitar até mesmo os conflitos saudáveis. Ou alguém aqui gosta de discutir a relação?

Ou seja, quando não bem executado, o feedback não é bem recebido. E isso pode se tornar uma grande armadilha, pois pode incentivar ou desanimar quem recebe. Imagine só, se 60% dos problemas administrativos são causados por uma comunicação ineficaz, pense o que pode acontecer com um feedback mal interpretado.

Uma pesquisa do The Predictive Index aponta que 60% dos profissionais que avaliaram os seus gestores como ruins apontaram a incapacidade de comunicar expectativas e metas claras como sendo a sua principal característica negativa.

Ah, por último, cuidado para não confundir Feedback com Flashdance. De que adianta falar sobre o que aconteceu há 5 meses, por exemplo? Feedback bem dado não perde tempo, tem que ser na hora, enquanto o “assunto” ainda está quente. Quanto mais o tempo passar, menos impacto o feedback terá.

A Escola Catatise! tem a missão de potencializar o capital humano para gerar transformações. Por isso, podemos ajudar você e a sua empresa a criar uma cultura de feedback. Existem técnicas para isso.

Garanto que será tão transformador que em um tempo você estará pensando: como vivi sem isso antes?

Entre em contato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//

Feito com WP360 by StrazzaPROJECT